06 junho 2006


ROCK IN RIO LX 2006

EU FUI... e valeu a pena. Escolhi o último dia do super festival.
Depois de 3 horas de viagem, entro no parque da Bela Vista cerca das 19.00, muito público já povoava este enorme espaço, o palco principal, imponente, preparava a entrada de Corinne Bailey Rae, o ambiente estava fantástico e de todas as cores, o clima era de Verão, tudo indicava uma noite de festa. Com uma voz formidável, uma postura doce e tranquila, não admira que Corinne Bailey Rae tivesse sido considerada a revelação feminina de 2006, esta inglesa encantou-me desde o primeiro momento.
Terminada a actuaçao de Corinne, dei uma volta pelo recinto, a hora é de morfes, há que repor energias.
Daí, 1ª visita à tenda electrónica, o Dj Behrouz está a proporcionar um electrizante set de House para uma pista ja bem composta. 22:00 Behrouz anuncia a entrada de Tó Ricciardi, que manteve um bom ritmo e com a qualidade que lhe é característica.
23:00 era a hora de Sting no Palco principal, milhares de pessoas ocupavam os seus lugares para assistir ao mais esperado da noite. A vista era óptima, a qualidade de som e imagem era soberba, o público chamava por Sting, que entrou em palco com “Message in a Bottle” para meu delírio. Mais rockeiro e dinâmico, Sting fez renascer os Police e tocou temas como "Walking on the moon", "Englishman in New York", "Shape of my heart", "Every breath you take", entre outros, acabando a actuação com "Fragil...idade"... Arrepiante!
Com o fim da actuação de Sting e com mais umas cervejas no papo, fui de novo para a tenda electrónica, onde Dj Vibe finalizava o seu set com o "Finally" de KOT. 1:30 dava entrada o mestre Danny Tenáglia.
Vestindo uma camisola da selecção portuguesa, Tenáglia sempre brincalhão, com a sua sabedoria e mestria, brindou-nos com um set eclético, forte e profundo, criando momentos de autêntica magia. Tocou temas de Paul Woolford com Funky Green Dogs - "Fired up", KOT - "Finally" numa versão R&B, Mendo - "I miss you"... 4 horas de pura festa. Na última hora fez uma ovação especial a Dj Vibe, fazendo questão de um mano a mano (íncrivel). Prosseguiu o seu set com um som sexy deep dark, para delícia do público que enchia praticamente a tenda electrónica, finalizando com Donna Summer - I Feel Love numa versão acapella (Lindo), volta Danny!
Estão todos de parabéns, tudo perfeito, uma noite em grande. Até 2008... VER FOTOS

VDS

1 comentário: